Ouvi dizer que os preservativos não podem prevenir a propagação do HIV. Isso é verdade?

Gostaria de saber se é verdade que os preservativos não são um método seguro para evitar o HIV / SIDA. Ouvi dizer que o tamanho do vírus AIDS é menor do que os espaços de um preservativo e, portanto, é possível que as pessoas estejam se infectando mesmo com o uso de um preservativo.

Não, não é verdade. O HIV é um vírus transportado pelo sangue, sêmen e fluidos vaginais. Nenhuma dessas substâncias pode passar por um preservativo de látex intacto, um preservativo masculino de poliuretano ou um preservativo interno de poliuretano.

Os preservativos internos e de látex são a maneira mais eficaz para as pessoas que têm relações sexuais vaginais e anais reduzirem o risco de HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis. Embora o sexo oral não seja tão arriscado quanto a relação sexual desprotegida para o HIV, as barreiras de látex podem reduzir ainda mais o risco.

Os preservativos de látex também são até 98% eficazes contra a gravidez quando usados corretamente. Os preservativos masculinos de poliuretano são menos eficazes contra a gravidez porque têm maior probabilidade de se romper. Os preservativos internos de poliuretano são até 95% eficazes contra a gravidez.

Algumas pessoas usam preservativos de pele de animal, mas não são tão eficazes quanto os preservativos de látex ou de poliuretano na prevenção de infecções virais como o HIV.

Tags: DSTs, preservativos, HIV / AIDS, sexo seguro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *